Revista Asdap: Controle de TI é ferramenta eficaz de gerenciamento

O Dr. Filipe Pereira Mallmann, sócio do Pereira e Mallmann Advogados, especialista em Direito Digital, explica como deve ser feito o monitoramento das estações de trabalho dos empregados. Confira a matéria completa através do PDF abaixo, ou veja o trecho transcrito.

Política da empresa

Segundo o advogado Filipe Pereira Mallmann, entre os cuidados que o empresário deve tomar em relação ao sistema está o de informar seus colaboradores da implantação do software, deixando claro que a equipe será monitorada e de que forma isso será feito, para que não incorra em problemas com a Justiça do Trabalho. “O importante é que o funcionário tenha total conhecimento de que seu computador passa pelo controle
do gestor, com regras de segurança e de leitura de produtividade”, salienta o advogado. Ele recomenta também a inclusão dessa ciência no regimento interno da empresa. “O texto deve ter, inclusive, a indicação das penalidades para
infrações das políticas estabelecidas”, complementa Mallmann.

Empresas de diversos portes e diferentes segmentos podem utilizar o Neteye, colocando na prática a sua política de segurança da empresa. Para isso aplicam as regras de acordo com essa política, fazendo o bloqueio e liberações de
acessos a sites, impressoras, dispositivos móveis conforme a necessidade de cada setor ou colaborador. “No segmento dos distribuidores de autopeças, a Ravena, de Taquara (RS), integra nosso portfólio de clientes desde 2010. A exemplo de outros clientes, de diversos segmentos, a Ravena utiliza o Neteye principalmente para monitorar o acesso à internet, sites e redes sociais”, indica Santini.

Fonte Revista Asdap.