51 3402.2108 51 99997.5460

Perícia no INSS: 6 dicas de como se comportar

Muitas pessoas ficam nervosas com a marcação da perícia no INSS, isso por quê o Instituto Nacional da Previdência Social ultimamente nega quase 50% dos pedidos de auxílio doença na via administrativa. Esse número é alarmante.

Em vista disso resolvemos consultar nossos advogados especialistas em direito previdenciário e elaborar este artigo com as melhores dicas de como se portar na perícia do INSS e não ter o pedido de benefício negado.

1. Marcando a perícia

Se você não tem um advogado, você pode marcar a perícia no INSS para o pedido de auxílio doença pelo telefone 135, ou pela internet. E aqui você deve preferencialmente optar por marcar pela internet.

Isso garante que você pode provar que realizou a marcação. Algumas vezes o INSS desmarca a perícia, ou o médico perito falta, e o beneficiário tem dificuldades de provar que efetivamente fez o agendamento.

2. Dia da perícia no INSS

Leve documentos médicos suficientes para comprovar o que você esta pedindo. Laudos médicos, exames, receitas, prontuários, preferencialmente dos últimos 90 dias, isso possibilita que o perito possa dar o seu parecer sobre documentos atuais, aumentando as chances de ganhar o benefício junto ao INSS.

3. Comprovante de comparecimento

Chegando na agencia, se certifique de guardar qualquer comprovante de que você foi para a perícia no INSS com o perito na data marcada. Serve a ficha da fila de espera, ou mesmo a consulta ao sistema. Isso evita que seja alegada a ausência do beneficiário à pericia.

4. Durante a perícia

Fique tranquilo durante a perícia. Muitas vezes o nervosismo pode atrapalhar a avaliação do perito. Vá com calma, mostre os documentos solicitados pelo perito e relate seu problema. Não se preocupe antecipadamente em ter o benefício negado. Caso isso ocorre pode facilmente ser revertido judicialmente.

5. O exame pelo perito do INSS

No momento do exame, o periciado não precisa mostrar partes do corpo que não tem ligação com o problema que originou o pedido. Se for solicitado a fazer algo do gênero, não atenda.

6. Excessos durante a perícia

Qualquer excesso ou má conduta cometida pelo perito da Previdência deve ser relatado ao chefe da agência, que deve tomar as medidas cabíveis.

No dia seguinte à realização da perícia você já pode verificar se o pedido foi concedido, pela internet ou na própria agência. Caso você tenha o pedido do seu benefício negado, vale a pena procurar um advogado especialista em previdenciário para analisar o caso e buscar o seu direito.

Os casos submetidos ao judiciário são analisados por médicos peritos particulares, da confiança do Juiz. O médico é especialista na doença ou lesão, o que possibilita que o médico veja com maior clareza o problema do beneficiário. Sendo constatado o problema que fundamentou o pedido e atendidos os requisitos, o benefício é concedido.


Leia também:

 

Filipe Pereira Mallmann

Filipe Pereira Mallmann Apaixonado pelo direito e aficionado por novas tecnologias. Para ler mais artigos de Mallmann, . Redes Sociais: Google + · Facebook · Twitter

Deixe uma resposta

Solicite uma Consulta Online

Informe abaixo sobre qual matéria gostaria de realizar uma consulta. Sua dúvida será direcionada a um advogado especializado.