Mais de 100 bilhões de aplicativos e as Políticas de Privacidade

Segundo estimativa da Gartner, no final do ano de 2013 devemos alcançar a marca de 102 bilhões de aplicativos baixados em dispositivos móveis. É fato que os aplicativos revolucionaram a forma com que vemos nossos dispositivos móveis hoje. Um aparelho de celular de mesma marca e modelo pode ter função completamente diversa de outro, oportunizando o uso por nichos diferenciados, seja para lazer ou trabalho.

Confira a projeção:

aplicativos-estat-pereiraemallmann

Fonte: http://www.statista.com/chart/1474/global-app-downloads/

Ocorre que não acompanhamos na mesma velocidade desta mudança a preocupação com o rumo de nossos dados. Muitos aplicativos ganham o direito de acesso total e irrestrito à conta de milhares de usuários todos os dias nas redes sociais. Outros tantos acessos a fotos do dispositivo, contatos de agenda, e-mails e números de telefone.

Temos ainda as permissões de use location, que dão acesso aos dados de localização do dispositivo (você). E vemos nestes tempos que a espionagem está em evidência, acompanhando as discussões globais. Boa parcela da população realmente não tem consciência do que aceita quando se cadastra em um serviço ou instala um aplicativo, usando a velha forma automatizada do next, next, finish.

Precisamos saber quais as políticas utilizadas pelos apps. Se o aplicativo X que se propõe a lhe mostrar um itinerário específico, ou mesmo mostrar a localização dos membros da família, se limitará a isso, ou guardará os dados de log em servidores externos, sendo possível a consulta a qualquer tempo. Esses dados são utilizados apenas pela empresa fornecedora do aplicativo ou também para terceiros (empresas parceiras)? Estas informações devem ser consideradas antes de aceitar os Termos de Uso.

Não deixaremos de utilizar estas funções. Pelo contrário, a tendência é haver o aumento na dependência destas tecnologias, mas devemos garantir Termos de Uso e Políticas de Privacidades mais claras, para facilitar a utilização pelo usuário, e evitar problemas futuros, tanto para o fornecedor de aplicativos quanto para utilizadores.